Redes sociais para corretores: aprenda a vender mais na internet

Redes sociais para corretores: aprenda a vender mais na internet

É impossível ignorar a força das redes sociais no Brasil. O Facebook, que é a mais popular, tem hoje números impressionantes: 105 milhões de brasileiros acessam a plataforma todo mês — e, destes, 92% compartilham conteúdos uma vez por semana.

Outra estatística que precisa ser analisada com atenção: 1/3 do tempo gasto pelos usuários na internet é dedicado às redes sociais. Além disso, leve em conta o fato de a maior parte do acesso acontecer hoje pelo telefone celular.

Na prática, isso altera a relação estabelecida com as empresas. Sem precisar de um computador, as pessoas podem interagir o tempo inteiro, exigindo mais atenção de quem pretende se relacionar com elas.

Pense nisso: se os consumidores passam boa parte do seu tempo conectados, você não pode perder essa oportunidade de contato. Sem considerar a questão da conveniência. Se o seu público gosta de determinada rede social, é por meio dela que ele quer se relacionar com a sua empresa. Deve, então, encontrar as informações que procura e ter como entrar em contato, se for esse o caso.

Estabelecida a necessidade de uso, vem a pergunta: basta criar os perfis para aproveitar os benefícios proporcionados por essas plataformas?

Não é bem assim. A concorrência é acirrada nesses canais, uma vez que disputamos a atenção do público com outras empresas e também com os demais usuários das redes. Ou seja, para ser bem-sucedido, você precisa de uma estratégia.

É justamente essa a proposta deste material. Vamos mostrar como os corretores de imóveis podem aproveitar melhor o potencial das redes sociais para aumentar as suas vendas.

Boa leitura e novos aprendizados!

Facebook

Hoje é muito difícil pensar numa estratégia para redes sociais que não inclua o Facebook. A audiência que ela reúne é bem significativa, o que facilita o acesso a praticamente todos os tipos de público.

Porém, até em razão da sua popularidade, é importante cuidar bem da imagem que você pretende passar sobre as suas atividades. Pessoalmente, até podemos lidar com as postagens de forma mais descompromissada, porém, na área profissional, temos que ter uma atuação consistente.

Além da questão da divulgação e da repercussão que conseguimos obter para os nossos conteúdos, essa rede é uma das mais interessantes no que diz respeito às possibilidades de interação com o público.

Para que a estratégia seja bem-sucedida, contudo, é preciso atenção a vários aspectos na hora de executar o planejamento.

Primeiro, não é indicado que você use o seu perfil pessoal para fazer a divulgação dos imóveis. O ideal, então, é criar uma fanpage específica para fazer a promoção das suas atividades como corretor de imóveis.

Para criar essa página (a sua fan page), basta acessar o seu perfil pessoal e clicar no menu que fica do lado direito. A plataforma é bem intuitiva, ou seja, você vai encontrar um passo a passo de como montar a sua página de forma adequada.

Dica: preencha todas as informações solicitadas, porque assim fica mais fácil para os usuários localizarem o seu negócio.

Finalizado o cadastro, é preciso dedicar atenção a uma das etapas mais importantes: fazer a divulgação da fan page. Inicialmente, a melhor estratégia é enviar convites para os seus conhecidos.

Se você já tem uma base de clientes, não deixe de localizá-los na rede social e tentar estabelecer contato. Quanto mais “curtidas” você conseguir, melhor para sua estratégia, uma vez que a plataforma vai liberar outras funcionalidades para a divulgação das suas atividades.

Para ter sucesso no uso do Facebook, é importante cuidar também das seguintes questões:

1. Otimização

Quanto mais otimizada for a sua fanpage, mais curtidas você deve obter, sem falar que será melhor também para garantir o seu ranqueamento nos motores de busca.

Não é o caso de detalharmos questões técnicas de SEO (Search Engine Optimization), mas saiba que, para aumentar a visibilidade da sua página comercial, é importante cuidar da URL da fan page (deve deixar claro do que se trata) e da descrição das suas atividades na seção “sobre”.

Outro aspecto relevante para garantir uma boa presença no Facebook é escolher bem as imagens que serão utilizadas na sua foto de capa e no perfil. A recomendação é que elas tenham qualidade profissional.

Com isso, além de uma boa posição na plataforma, você também garante que o cliente tenha uma percepção positiva sobre o seu atendimento. Não se esqueça de que as redes sociais são canais importantes na construção de sua reputação online, por isso, cada detalhe precisa receber a atenção necessária.

2. Geração de tráfego

Tudo organizado na sua página, é necessário trabalhar agora para aumentar a quantidade de pessoas que vão visitar o endereço. Algumas ações que podem ajudar:

  • acompanhe os resultados das suas postagens. Uma das vantagens das plataformas digitais é que você tem como mensurar tudo o que acontece com os seus posts. Então, não deixe de analisar os relatórios da plataforma;
  • invista no Facebook Ads. Com o aumento da concorrência, ficou difícil gerar tráfego sem realizar algum tipo de investimento em mídia paga. Mas a boa notícia é que o valor não é muito alto e, além disso, é possível trabalhar de forma segmentada. Ou seja, os anúncios vão ser direcionados para a pessoa certa, no melhor momento possível.

Basicamente, você, nesse caso, terá que optar entre duas alternativas: impulsionamento dos posts e posts promovidos (estes últimos são os anúncios propriamente ditos e que devem ser gerenciados na plataforma de publicidade do Facebook). Para não errar na estratégia, defina com antecedência os seus objetivos.

3. Conteúdo

É óbvio que o seu conteúdo precisa ter qualidade, então vamos ver o que você pode fazer para garantir que os seus materiais recebam esse tipo de classificação.

O primeiro aspecto a ser considerado, no caso dos corretores de imóveis, é a diversificação. O Facebook permite combinar textos, fotos e vídeos, e, para ter sucesso, é importante que você consiga utilizar todos esses recursos.

Não é preciso investir uma fortuna para ter bons materiais, mas assegure-se de que os seus conteúdos mantenham o caráter profissional. Ou seja, nada de publicar fotos que deponham contra o seu negócio.

Além do formato das publicações, pense que a audiência dá preferência para páginas que não são repetitivas. Assim, programe-se para fazer posts diferenciados. É possível usar a página para publicar ofertas, mas não se restrinja a esse tipo de conteúdo.

Tenha em mente que precisa agradar o público, ter assuntos que realmente interessem as pessoas que visitam a sua fan page. Procure, então, valorizar também os posts com dicas que facilitem a vida de quem está buscando ou comprando um imóvel.

Principalmente no início, trabalhe na construção da autoridade do seu nome, publicando assuntos que ajudem a audiência a reconhecer que você é um especialista nessa área e que realmente tem informações que podem ser compartilhadas.

LinkedIn

Esqueça a ideia de que o LinkedIn serve apenas para quem está em busca de um novo emprego. Sim, a plataforma tornou-se prioritária para a área de recolocação profissional, mas funciona muito bem para outros propósitos.

A audiência não é tão alta como a do Facebook (estima-se que tenha atualmente 29 milhões de usuários no Brasil), mas existe uma grande vantagem: qualificação. Ou seja, o usuário dessa rede social é um público mais qualificado e que, via de regra, está interessado em fazer bons negócios.

Pensando na estratégia de tornar-se uma referência no seu ramo de atividade, o LinkedIn ocupa um papel importante nessa história.

A primeira dica para ter um perfil bem-sucedido é produzir conteúdos de qualidade sobre a área imobiliária. Encontrou uma pesquisa sobre tendência do setor? Escreva sua opinião sobre o assunto e publique na plataforma.

Teve acesso a pesquisas sobre o movimento do mercado? Não deixe de compartilhar com o seu círculo de seguidores.

É importante, também, participar de grupos de discussão sobre a atividade e, sempre que possível, marcar presença nas publicações dos profissionais do setor.

Será que o LinkedIn exige conteúdos próprios? Sim, é importante que as postagens sejam devidamente adaptadas, principalmente em função da necessidade de conferir um caráter mais profissional aos conteúdos.

Diferentemente do que ocorre no Facebook, por exemplo, aqui as “brincadeiras” nem sempre são bem-vindas, porque, ao acessar esta rede social, as pessoas estão em busca de outro tipo de informação.

Pense nisso: o que funciona melhor no LinkedIn é a curadoria de conteúdo, ou seja, você deve produzir e buscar informações que ajudem no aperfeiçoamento do setor imobiliário.

Pode dar um certo trabalho ficar “garimpando” informações sobre o assunto, mas vale a pena, uma vez que você também ganhará mais condições para encaminhar as conversas com o seu público e, com o tempo, pode tornar-se uma referência e liderar debates sobre temas relevantes do setor.

Cuidado: no caso de todas as redes sociais, e especialmente no LinkedIn, não adianta muito ter apenas publicações esporádicas. Planeje-se para ter uma atuação consistente nessas plataformas.

O usuário da internet é implacável. Se você não atender às suas expectativas, ele deixará de acompanhar o seu conteúdo. Mais do que “picos de audiência”, o ambiente empresarial exige o engajamento do público no longo prazo.

Como é impossível ter boas ideias o tempo inteiro, a recomendação é que você organize o seu calendário editorial, programando os temas básicos que serão trabalhados em cada uma das redes sociais.

Além disso, não se descuide do contato com o seu público: se houve uma demanda, responda o mais rapidamente possível — isso vale para o LinkedIn, mas também para Facebook e Instagram.

No momento do contato, a agilidade na resposta é importante — e atente também para a linguagem. No LinkedIn, deve-se manter o caráter profissional, e, em hipótese alguma, deixe de tratar o seu interlocutor com respeito.

Se receber alguma crítica, seja educado na resposta. Se a dúvida apresentada pela pessoa estiver fora da sua área de atuação, seja sincero. Tenha sempre em mente que está em jogo a construção da sua reputação online.

Instagram

O Instagram é uma das redes sociais que mais crescem no mundo, especialmente em função da sua integração com o Facebook — elas pertencem à mesma empresa, daí a facilidade de unir as diversas funcionalidades.

Reconhecida durante muito tempo como uma rede social mais voltada ao jovem, ela ainda se mantém na preferência desse público, porém o crescimento no número de usuários (hoje são 700 milhões de contas ativas em todo o mundo) ajudou a diversificar a sua base de usuários.

É uma das preferidas das empresas do ramo imobiliário, justamente por valorizar o poder das imagens, que são os destaques nos feeds dos usuários.

Devido a essa característica, fique atento ao planejar as suas postagens: é importante investir na produção de boas fotos e, cada vez mais, de vídeos. Neste último caso, é a melhor forma de aproveitar o sucesso do Instagram Stories.

Para os corretores, há excelentes oportunidades para diversificar os conteúdos trabalhados. São bem-vindas as fotos das fachadas dos imóveis, das dependências internas e também das paisagens próximas à localização do empreendimento.

Um dos erros cometidos nessa rede social é o apelo excessivo aos posts “engraçadinhos”. Há mais liberdade criativa nessa rede, porém isso não quer dizer que o corretor deva se descuidar da sua estratégia. Ou seja, nada de usar algo que fuja do tom profissional.

Por outro lado, lembre-se de que essa rede social, assim como o Facebook, funciona muito bem para a realização de ações promocionais. Analise a possibilidade de fazer ações de ativação por meio da distribuição de cupons de desconto ou mesmo da realização de algum tipo de sorteio — que tal empregar esse recurso para estimular as visitas ao stand de vendas?

Na configuração do seu perfil, fique atento: crie um endereço (URL) de fácil identificação, seja objetivo na sua biografia, use as hashtags para facilitar a localização dos seus posts, capriche na descrição dos imóveis e, claro, valorize suas fotos!

E, assim como acontece nas outras redes sociais, tenha uma boa estratégia para construir a sua audiência. Ter uma boa lista de seguidores é importante, mas, quando temos uma meta profissional, é fundamental garantir que a audiência seja qualificada, portanto, priorize as pessoas que possam ter interesse no seu negócio!

Dica extra

O contato com o cliente através das redes sociais é uma forma de criar o seu marketing pessoal. Por isso, é fundamental que você trabalhe a sua imagem como corretor, sem se prender às imobiliárias ou construtoras.

Nas redes sociais, trabalhe apenas o seu nome e a sua proposta. Isso facilitará as vendas caso você troque de imobiliária ou decida se tornar um corretor autônomo. Afinal, você já é a sua própria marca, e precisa ser bem trabalhada e nutrida para continuar dando frutos.

Conclusão

Com a importância conquistada pelas redes sociais, os corretores de imóveis não podem abrir mão desses canais para divulgar as suas atividades e também relacionar-se com o público. Lembre-se de que, quanto mais informações sobre o cliente, mais chances você tem de buscar o melhor negócio para ele e, assim, aumentar as suas possibilidades de vendas.

Para não errar na estratégia, mantenha o foco profissional e assegure-se de ter uma atuação consistente, que realmente ajude a promover os diferenciais do serviço prestado ao cliente.

Mais do que conhecimento técnico, o que importa nas redes sociais é o planejamento. Com a organização adequada, é possível manter os perfis devidamente atualizados e com a qualidade exigida no ambiente digital.

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *