4 cuidados que corretores tem que ter ao usar WhatsApp para trabalho

12 cuidados que corretores tem que ter ao usar WhatsApp para trabalho

A tecnologia se desenvolveu rapidamente nos últimos tempos e os smartphones já se popularizaram no Brasil. Por isso, usar o WhatsApp para trabalho é essencial para alcançar resultados positivos nas vendas.

Há pouco tempo, os corretores tinham que buscar por promoções em operadoras e ter vários números diferentes para se comunicar com seus clientes. Agora, basta baixar um aplicativo e pronto! É possível fazer negociações e realizar vendas em poucos cliques.

Entretanto, é essencial ter cautela na hora de abordar o cliente dessa maneira. Afinal de contas, qualquer deslize pode surtir o efeito contrário e afastar possíveis compradores.

Pensando em ajudar você a fechar negócios pelo WhatsApp, este post mostra 12 cuidados que corretores têm que ter ao usar o aplicativo. Aproveite a leitura!

1. Conheça o seu cliente

Essa é uma dica básica e, por incrível que pareça, um dos maiores erros de atendimento cometidos por corretores, seja pessoalmente ou por meio de aplicativos de mensagens.

Ignorar o perfil do consumidor e disparar o mesmo conteúdo para toda a lista de contatos atrapalha a sua estratégia de vender pelo WhatsApp. O ideal é entender os desejos de cada cliente e enviar materiais personalizados e adequados às necessidades do comprador.

2. Peça autorização para falar com o consumidor

O aplicativo, muitas vezes, é utilizado pelo usuário para fins pessoais. Por isso, é comum que o cliente se sinta incomodado ou até mesmo invadido com uma abordagem comercial por esse meio de comunicação.

Sendo assim, no momento que o cliente passar o telefone a você, pergunte a ele se pode adicioná-lo e prosseguir o bate-papo pela rede social. Ao iniciar a conversa no aplicativo, identifique-se e relembre como vocês se conheceram. Caso o contato seja fruto de uma indicação, essa apresentação se torna ainda mais necessária.

3. Estabeleça uma linguagem menos formal e mais esclarecedora

Além de gerar vendas, usar o WhatsApp para o trabalho é uma oportunidade para fortalecer o relacionamento com o cliente. Por isso, utilize uma linguagem que provoque uma aproximação. Vale até usar algumas gírias e memes.

No entanto, tudo depende das preferências e da abertura que o cliente der a você. Se ele não tem o hábito de enviar emojis no meio da conversa, por exemplo, é melhor não usar também.

Além do mais, nunca utilize palavrões nem expressões discriminatórias. Evite também termos muito técnicos que dificultem a compreensão da mensagem pelo consumidor. O essencial é manter o tom da conversa simples e informativo.

Contudo, independentemente da linguagem adotada, tratar o cliente com educação é requisito obrigatório para todos os corretores de imóveis. Por isso, não se esqueça de iniciar as interações com uma saudação de bom dia e sempre agradecer pela atenção.

Lembre-se de usar também os pronomes de tratamento como senhor e senhora, pois a atitude transmite respeito e profissionalismo.

4. Fuja dos erros de português

Na era das mensagens instantâneas, os erros e as abreviações são comuns. Todos querem digitar, enviar e ser respondidos o mais rápido possível. Porém, apesar de todo mundo entender essa forma de escrever, é importante não abusar da informalidade durante o trabalho.

É provável que o corretor perca credibilidade — e a empresa para a qual presta serviços também — simplesmente pela forma como passa as informações. Portanto, cuidado com a grafia das palavras e não confunda os usos de: mas/mais, agente/a gente, meia/meio e assim por diante. Atente também aos acentos e à coerência das sentenças.

5. Não exagere nas informações

Basta salvar o número de contato e você já tem seu possível comprador na lista do aplicativo. Entretanto, isso não significa que você pode mandar todas as informações que tem para todo mundo. Com essa atitude, é possível que as pessoas comecem a achar você chato e até o bloqueiem.

Então, vá com calma! Tenha cuidado com a frequência e com a quantidade de mensagens enviadas. Seja direto, evite tomar muito tempo do consumidor e mande conteúdos adequados.

Lembra do tópico sobre conhecer o perfil do cliente? O ideal é identificar os interesses do comprador em potencial e apresentar o tipo de imóvel que o interessa. Não há nada pior do que receber uma mensagem que, claramente, foi copiada de outra conversa e colada para você, não é mesmo?

Portanto, não enxergue o cliente apenas como mais um contato na sua agenda: ter respostas prontas no bloco de notas do aparelho é até recomendado. Porém, na hora do envio, é necessário fazer alguns ajustes para transmitir a sensação de que o texto foi escrito especialmente ele.

Afinal, para conseguir vender pelo WhatsApp, é essencial entender o consumidor e personalizar os envios para que ele possa se sentir especial.

6. Crie grupos de WhatsApp para trabalho com objetivo profissional

Você pode atingir várias pessoas, ao mesmo tempo, por meio de grupos. Para formá-los, inclua aqueles que têm os mesmos interesses para que elas queiram continuar e receber informações novas, que as beneficiam.

É possível, por exemplo, criar um grupo com vendas de apartamentos em uma determinada região. Assim, as pessoas que procuram imóveis nesse lugar ficarão mais inteiradas do assunto.

Entretanto, lembre-se de que é essencial pedir permissão para as pessoas antes de adicioná-las. Além disso, não mande vídeos, imagens ou textos que não se relacionem com o objetivo do grupo, isso pode fazer com que muitos deixem de participar.

7. Não envie mensagens em horários inadequados

Imagine despertar no meio da madrugada com uma mensagem comercial? Desagradável, não é mesmo? Por essa razão, tenha bom senso na hora de entrar em contato com o cliente.

Além do mais, é necessário considerar os momentos mais confortáveis ao consumidor. Áudios e vídeos longos durante o expediente de trabalho dele, por exemplo, geram incômodos. Sendo assim, pergunte ao comprador em potencial sobre o melhor horário para conversar.

Mesmo que ele não passe essa informação diretamente, o cliente sempre dá pistas durante o discurso. Por exemplo: você envia uma mensagem pela manhã, mas ele só responde no meio do dia. Isso pode ser indício de que ele prefere interagir no horário de almoço. Portanto, observe!

8. Seja ágil

Não deixe o seu cliente de molho por dias a espera de respostas. Assim que receber uma mensagem, tente responder o mais rápido possível. Essa atitude é importante para que ele sinta confiança em você.

No entanto, da mesma forma que você não deve enviar mensagens durante a madrugada, não é necessário pular da cama para responder os questionamentos do consumidor em horas inapropriadas.

O ideal é estabelecer um horário de atendimento e responder todas as demandas dentro desse período. Você pode colocar essa informação no seu status, por exemplo.

Além disso, desative os recursos “visto por último” e “confirmação de leitura”. Se o cliente perceber que a mensagem foi visualizada e não respondida, pode gerar ansiedade e estresse desnecessário.

9. Crie conteúdos multimídia

Já dizia aquela velha expressão: uma imagem vale mais do que mil palavras. Quando o assunto é vendas, o caminho e por aí mesmo. Ter imagens de qualidade das propriedades disponíveis é essencial para atrair compradores e fazer negócios pelo WhatsApp.

Envie fotos e vídeos aos clientes quando for solicitado ou em momentos necessários para reforçar seus argumentos de venda. Além de tornar o atendimento mais ágil, essa é uma forma do cliente obter informações úteis sem a necessidade de deslocamento imediato.

No entanto, é necessário cuidado ao utilizar o recurso: não exagere na quantidade de imagens, nem na duração dos áudios e vídeos.

Mesmo que WhatsApp seja uma ferramenta de marketing, não use o aplicativo para enviar propaganda indiscriminadamente para pessoas que você não conheça. Em vez de fortalecer o seu nome como corretor, a ação pode manchar a sua reputação.

10. Utilize o recurso de compartilhar localização

Na hora de marcar uma visita para apresentar o imóvel, o envio da localização da propriedade facilita a vida do comprador. Dessa forma, o cliente tem acesso rápido ao endereço por meio do GPS e consegue chegar ao local mais rapidamente.

Você pode enviar o seu posicionamento do momento, quando já estiver no local combinado, ou arrastar o alfinete vermelho para a localização exata que deseja compartilhar.

11. Evite tratar de assuntos sérios pelo aplicativo

Usar o WhatsApp para trabalho não elimina a necessidade das ligações telefônicas e reuniões presenciais. É importante entender que nem todas as questões devem ser tratadas por meio do aplicativo.

Na hora de conversar sobre valores, contrato e fazer negociações, por exemplo, é necessário marcar um encontro para discutir o assunto. Afinal de contas, esse contato próximo é essencial para você conseguir vencer as objeções e concretizar a venda.

12. Foque no seu propósito e mantenha um posicionamento profissional

É importante ser agradável com o cliente, educado e simpático, pois um clima mais descontraído faz com que a pessoa se sinta mais à vontade e confie mais em você, mas faça isso com muita cautela. Lembre-se de que está usando o WhatsApp para trabalho e não para fazer novas amizades.

Por isso, converse apenas sobre vendas e não aborde assuntos íntimos. A relação deve ser profissional, não pessoal. O ideal, inclusive, é ter uma conta exclusiva para o atendimento. Dessa maneira, você consegue organizar as demandas e não se distrai com as mensagens fora do contexto que são enviadas por amigos e familiares.

Além do mais, é essencial utilizar uma foto profissional para ilustrar o perfil. Nada de colocar imagens em baladas, segurando bebidas ou em trajes de banho.

Dica extra

O contato com o cliente através das redes sociais é uma forma de criar o seu marketing pessoal. Por isso, é fundamental que você trabalhe a sua imagem como corretor, sem se prender às imobiliárias ou construtoras.

Nas redes sociais, trabalhe apenas o seu nome e a sua proposta. Isso facilitará as vendas caso você troque de imobiliária ou decida se tornar um corretor autônomo. Afinal, você já é a sua própria marca, e precisa ser bem trabalhada e nutrida para continuar dando frutos.

Usar o WhatsApp para trabalho é uma chance para estreitar o relacionamento com o cliente e criar oportunidades de vendas. No entanto, caso o aplicativo seja mal-usado, pode prejudicar a sua imagem profissional. Por isso, é essencial tomar todos os cuidados citados no post para conseguir aproveitar os benefícios da ferramenta.

Agora você que você já está pronto para usar o WhatsApp para trabalho, que tal aprender outras maneiras de conquistar consumidores? Veja o passo a passo para conseguir mais clientes pela internet e alavanque os seus resultados em vendas.

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *