4 dicas para aumentar as indicações e fechar mais vendas

4 dicas para aumentar as indicações e fechar mais vendas

Para um corretor imobiliário, aumentar as indicações que recebe de clientes é a base do sucesso. Afinal, é com a ajuda delas que surgirão compradores mais propensos a investir seu dinheiro em um bem.

Esse detalhe é importante, ainda mais quando considerado o fato de que imóveis são bens com valor acima dos demais. Isso se aplica não apenas ao seu valor monetário, mas aos sentimentos de realização e aumento de status que eles podem oferecer.

Assim, os clientes que buscam adquirir uma propriedade são cuidadosos com seu dinheiro, sendo necessário um bom trabalho de vendas para que o corretor tenha sucesso.

Como sabemos da importância de aumentar as indicações para corretores, nós separamos 4 dicas que podem ajudar você nisso. Confira!

1. Trate todos os clientes de forma especial

A pessoa que está sendo atendida pelo corretor precisa sentir-se bem-quista. Nesse caso, ela deve perceber que o profissional está tendo um cuidado especial para com ela.

Para que essa percepção seja real, o corretor precisa ter o cuidado de tratar de maneira individual cada cliente. Assim, cabe deixar de lado a utilização de jargões e roteiros muito rígidos de apresentação, modificando sua forma de vender, dependendo de quem está à sua frente.

2. Seja proativo ao atender seus clientes

Para que o cliente possa perceber mais valor no trabalho do corretor e, consequentemente, indicá-lo no futuro, é fundamental fazer um trabalho excelente. Isso significa não apenas suprir as necessidades do cliente, mas também auxiliá-lo em todo o processo de compra.

Por exemplo: em vez de esperar que o cliente peça informações sobre apartamentos menores, casas com mais espaços de lazer ou condomínios mais reservados, leve essas opções para ele, à medida que parecerem relevantes.

3. Conquiste para aumentar as indicações

Não é qualquer cliente que indica os trabalhos de alguém. Uma indicação é algo valioso, afinal, a pessoa que indica também está colocando sua reputação à prova.

Nesse sentido, além de um trabalho excepcional que responde às expectativas, o corretor precisa ser uma referência no assunto. É importante saber reconhecer pontos positivos e negativos de cada imóvel, além de apontá-los para os clientes.

Imagine, por exemplo, que um apartamento é ideal para seu cliente — ele ficou absolutamente apaixonado por tudo que encontrou ali. Entretanto, o condomínio não tem uma área de lazer e você sabe que essa pessoa tem filhos mais novos, de 9 e 10 anos. Alertá-lo sobre o impacto de um condomínio sem área de lazer para os filhos pode ser um gesto visto com bons olhos pelo comprador.

4. Acompanhe os clientes mesmo após a venda

Ações pós-venda, ou follow up, são aquelas feitas com os clientes, depois de negociar um produto, visando garantir que a pessoa possa usufruir de sua compra da melhor maneira possível.

Essas ações são voltadas para o bem-estar, buscando saber se o imóvel está de acordo com o que o cliente esperava, se ele tem alguma crítica à sua aquisição etc. Além disso, oferecer sugestões de utilização dos espaços ou dicas para lidar com questões comuns ao imóvel são muito bem-vindas.

Dessa maneira, o pós-venda é uma forma eficiente de certificar-se da satisfação do cliente. Como efeito secundário, o corretor volta às lembranças dos compradores — o que facilita o processo de indicações e aumenta suas perspectivas de vendas.

De um modo geral, podemos dizer que todo o processo de venda, quando voltado ao bem-estar e à satisfação do cliente, além de propiciar uma boa experiência de compra, funciona como uma ferramenta para aumentar as indicações. Assim, o bom atendimento ao cliente é um ponto fundamental para que um corretor seja bem-sucedido.

Anotou as dicas? Então siga nossa página no Facebook e fique sabendo quando sair mais artigos como este!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *