Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

7 dicas de e-mail marketing para corretores de imóveis

7 dicas de e-mail marketing para corretores de imóveis

Para quem quer atuar no mercado imobiliário, conhecer as boas estratégias de e-mail marketing para corretor de imóveis, é essencial nos dias de hoje. Portanto, usar a internet com o objetivo de incrementar as vendas é uma atitude inteligente.

Mas atenção! Fazer marketing imobiliário não é simplesmente disparar mensagens com propagandas aleatórias. Aliás, esta prática é pouco eficaz e pode ser considerada spam, o que é péssimo para a reputação de qualquer profissional.

Por este motivo, esse artigo vai explicar melhor como desenvolver um e-mail marketing adequado para corretor de imóveis. Ao final da leitura, você estará mais preparado para montar uma boa estratégia utilizando esta ferramenta e, assim, conquistar bons resultados.

Entenda o que é e-mail marketing para corretor de imóveis

Entenda o que é e-mail marketing para corretor de imóveis

Antes de qualquer coisa, é fundamental que você compreenda o que é e-mail marketing. Trata-se de uma estratégia que utiliza o e-mail como canal para marketing e comunicação direta entre clientes e empresas.

Existem vários tipos de e-mails, que podem ser aproveitados de acordo com os objetivos, o perfil de cada empresa, ou mesmo pelo estágio da jornada de compra em que o cliente está. Confira alguns deles:

  • newsletter;
  • mensagem de boas-vindas;
  • lembrete sobre eventos;
  • promoções e ofertas.

O envio e a produção do e-mail marketing devem ser feitos com ferramentas desenvolvidas especialmente para isso. Elas servem para que a produção, o disparo e a mensuração dessa estratégia tenham sucesso. A RD Station e a Mailchimp, são exemplos de plataformas com essa finalidade. Os sistemas também auxiliam a mensuração dos resultados que, como vamos ver com mais detalhes em breve, são essenciais para entender o que está funcionando e o que precisa ser alterado.

E-mail marketing x spam

É comum que se confunda e-mail marketing com spam, mas são termos diferentes — apesar de ambos serem mensagens enviadas por e-mail para uma lista de contatos. A principal diferença é que o e-mail marketing é enviado apenas para pessoas que, em determinado momento, demonstraram real interesse em receber o conteúdo da marca.

Além disso, justamente pelo interesse do grupo que está recebendo a mensagem ser conhecido, um bom e-mail marketing tem um conteúdo de qualidade, personalizado e bem segmentado. Em outras palavras, ao contrário do spam, o e-mail marketing tem grandes chances de ser visto com positividade.

Saiba como montar uma boa lista de e-mails

Saiba como montar uma boa lista de e-mails

Como vimos, um dos pontos indispensáveis para trabalhar com e-mail marketing é ter uma lista de e-mails, também conhecida como mailing. Conseguir esses endereços eletrônicos da forma correta é imprescindível para que as suas mensagens não sejam consideradas spams e, consequentemente, para que você atinja o seu objetivo.

Por isso, é totalmente desaconselhável a compra da lista de e-mails. É fundamental que a pessoa que receba a mensagem conheça e tenha interesse pela sua marca, para que o recebimento tenha um efeito positivo.

Caso contrário, todo o trabalho e investimento para produzir e enviar o e-mail terão sido em vão. Para evitar que isso aconteça, separamos algumas maneiras que podem ajudar você a montar uma boa lista de e-mails no mercado imobiliário:

  • oferecer conteúdos de valor, como e-books e infográficos, sobre o mercado imobiliário em troca do cadastro;
  • solicitar o e-mail e explicar a proposta durante encontros presenciais (feiras, eventos, palestras);
  • ter uma página de captura dentro do site da imobiliária.

Seja qual for o método utilizado para criar a lista de contatos, é muito importante que a intenção de enviar o e-mail marketing fique evidente para o cliente e que ele se sinta confortável com a ideia. Além disso, é obrigatório disponibilizar uma forma para que ele mude de ideia e deixe de receber mensagens da empresa.

Confira 7 dicas de e-mail marketing para corretor de imóveis

Confira 7 dicas de e-mail marketing para corretor de imóveis

Agora que você já entendeu o que é um e-mail marketing e como conseguir a lista de endereços para o seu negócio, veja algumas dicas para utilizar a ferramenta de forma eficiente.

1. Defina o seu público-alvo e segmente

Iniciar qualquer ação de marketing sem um público-alvo definido é perda de tempo. Portanto, estabeleça com clareza os perfis desejáveis: eles são de baixa, média ou alta renda? Estão em qual região? Quais tipos de conteúdo podem achar interessante?

Não é necessário ter apenas um público-alvo, mas é importante segmentá-lo. Desta forma, você conseguirá enviar diferentes tipos de mensagens a cada grupo.

Também é vantajoso identificar em qual dos três estágios do funil de vendas eles se encontram:

  • atração: quando o cliente descobre que tem um problema;
  • consideração: quando entende que precisa fazer algo a fim de acabar com o problema;
  • decisão: quando ele compara as opções do mercado e está pronto para escolher uma delas.

Desse modo, você consegue direcionar o conteúdo a cada etapa da jornada do cliente.

2. Preste bastante atenção à linguagem

Cometer erros de português prejudica a sua reputação e passa ao interlocutor a impressão de falta de profissionalismo. Tudo o que você não quer, não é mesmo?

Portanto, a dica de ouro nesse caso é: revise, revise e revise outra vez. Se possível, peça a colaboração de terceiros.

Por outro lado, a linguagem não é apenas o texto. A comunicação visual do conteúdo, que inclui as cores, a tipografia e as imagens utilizadas, precisa estar adequada ao seu posicionamento profissional e com o que os seus potenciais clientes esperam.

3. Adote uma postura pessoal

O corretor de imóveis é, de forma geral, um profissional cuja proximidade com o cliente é necessária. Sendo assim, mantenha uma linguagem pessoal nas suas comunicações — sempre dentro de uma ética profissional.

As melhores ferramentas de e-mail marketing para corretores permitem adicionar o nome de cada destinatário na mensagem. Este é o primeiro passo para dar pessoalidade ao conteúdo, ao criar a impressão de que ele foi enviado especialmente àquela pessoa.

Por fim, esteja disponível para atender a eventuais respostas dos seus destinatários. Esse é um dos momentos em que se inicia uma grande possibilidade de negócio.

4. Seja relevante — não faça apenas propaganda!

Se você usar o e-mail marketing para corretores apenas para enviar anúncios, provavelmente os destinatários logo adicionarão o seu endereço à lista de spam. Não cometa esse erro.

Seja relevante entregando conteúdos de qualidade e que realmente façam a diferença. Entre as boas sugestões estão:

  • dicas sobre como escolher bons imóveis;
  • sugestões de decoração;
  • curiosidades sobre os bairros da cidade;
  • explicações sobre financiamento imobiliário.

O corretor pode, sim, enviar ofertas de imóveis, afinal de contas o objetivo é concretizar uma venda. Mas essas ofertas precisam ser segmentadas e condizentes com o perfil dos clientes imobiliários.

5. Monitore os resultados

Acompanhar as métricas que são oferecidas pelos serviços de e-mail marketing para corretores, tem como propósito reforçar as boas estratégias e fazer as correções necessárias.

Quatro importantes métricas devem ser verificadas:

  • taxa de abertura: a quantidade de pessoas que abriu a sua mensagem;
  • taxa de cliques: quantas pessoas clicaram nos conteúdos enviados;
  • descadastramentos: a quantidade de destinatários que pediram para não receber mais e-mails;
  • taxa de resposta: quantas pessoas responderam às mensagens (desde que você tenha sugerido o retorno).

Para finalizar, uma última dica: quando estiver elaborando sua estratégia, coloque-se na posição dos seus destinatários. Que tipo de conteúdo você gostaria de receber se fosse um potencial cliente? Quando fazemos isso, a tendência é que as mensagens sejam mais relevantes e, como consequência, alcancem resultados melhores.

6. Invista no seu marketing pessoal

O contato com o cliente através das redes sociais é uma forma de criar o seu marketing pessoal. Por isso, é fundamental que você trabalhe a sua imagem como corretor, sem se prender às imobiliárias ou construtoras.

Nas redes sociais, trabalhe apenas o seu nome e a sua proposta. Isso possibilitará a continuidade das vendas caso você decida trocar de imobiliária ou tornar-se um corretor autônomo. Se sua própria marca for bem trabalhada e nutrida, certamente continuará dando bons frutos.

7. Não seja inconveniente

Quando se trata da frequência de envio dos e-mails, o bom senso é primordial para evitar que o destinatário fique com raiva ou enjoado da empresa. É necessário ter uma periodicidade para que a marca não caia no esquecimento, mas é totalmente desaconselhável enviar e-mails todos os dias.

Além disso, vale lembrar que é imprescindível que a pessoa possa decidir sair da lista e parar de receber as mensagens. Nesse momento, é interessante questionar o motivo que levou essa pessoa a tomar essa atitude e absorver essa informação para aprimorar o método e reduzir a taxa de rejeição.

Veja as vantagens de investir em e-mail marketing

Veja as vantagens de investir em e-mail marketing

Se você chegou até aqui, talvez esteja se perguntando quais são os efeitos práticos de investir em e-mail marketing para corretor de imóveis. Confira!

Melhora no relacionamento com os clientes

Ter uma boa interação com os atuais e os potenciais clientes é vital para estabelecer uma relação de confiança com a imobiliária. Nesse sentido, o e-mail marketing é um excelente aliado de corretores de imóveis. Com ele é possível trazer informações úteis, tirar dúvidas pertinentes, dar dicas, estar presente na vida dessas pessoas.

Afinal, a maioria delas abre a caixa de e-mails diariamente — o que torna o e-mail um canal de comunicação rápido, eficiente e pouco invasivo.

Aumento das vendas

O aumento das vendas também é um dos benefícios que podem ser alcançados com boas campanhas de e-mail marketing para corretor de imóveis uma consequência natural da melhora no relacionamento e comunicação com o público. Afinal de contas, como você sabe, a credibilidade e a disponibilidade são características fundamentais para ter mais vendas no mercado imobiliário.

Possibilidade de mensuração

Com as ferramentas certas, o corretor terá relatórios de métricas que tornam possível mensurar quais são as táticas que funcionam e quais são as que precisam ser melhoradas, acompanhar em números quantas pessoas abriram o e-mail enviado, quantas resolveram acessar o site da empresa após o envio, entre outras informações valiosas. Essa capacidade de mensurar e alinhar a campanha aos objetivos da empresa, tem tudo a ver com o próximo tópico.

Economia

O custo de produção e envio de um e-mail marketing é extremamente baixo. Com um investimento pequeno e, aproveitando as dicas de forma adequada, é possível gerar ganhos significativos. Além disso, a viabilidade de segmentação e de personalização faz com essa seja uma estratégia muito eficaz. Quanto menor for a rejeição, maiores serão os resultados e a economia com marketing.

Esperamos que tenha aprendido muito com o nosso conteúdo sobre e-mail marketing para corretor de imóveis porque isso pode ser muito importante para conquistar novos clientes e manter um bom relacionamento com os atuais. Mas, para utilizá-lo de forma eficiente, é preciso criar um diferencial competitivo em relação aos concorrentes.

Que tal continuar por dentro de novas técnicas e informações do mercado imobiliário? Assine a nossa newsletter e receba todas as novidades em primeira mão no seu e-mail!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *