5 dicas para firmar parcerias de sucesso no setor imobiliário

8 dicas para firmar parcerias de sucesso no setor imobiliário

O ramo imobiliário é uma ótima alternativa para se ganhar dinheiro. As possibilidades de altos ganhos atraem muitos profissionais para a área, o que deixa o mercado bastante competitivo.

Mesmo assim, a profissão de corretor ainda é promissora, mas se destacar no ramo não é uma tarefa fácil. É necessário ter muita persistência e jogo de cintura para conseguir clientes em potencial – e paciência para esperar o resultado, pois como o trabalho é autônomo, os resultados podem demorar um pouco a chegar ao patamar desejado.

Uma boa estratégia para ter destaque na área de corretagem é firmar parcerias, já que elas podem facilitar o trabalho do corretor e aumentar suas vendas. Por isso, no post de hoje você vai aprender um pouco mais sobre o assunto com oito dicas para firmar parcerias no setor imobiliário. Boa leitura!

1. Trabalhe com corretores credenciados no CRECI

Parcerias de sucesso exigem profissionais sérios, portanto, realize-as apenas com corretores que estejam credenciados no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) de sua região. Além de passar mais credibilidade para seu cliente, trabalhar em parceria com corretores credenciados diminui a possibilidade de levar algum prejuízo.

Imagine o seguinte exemplo: você tem um cliente e seu parceiro tem o imóvel que este cliente deseja. Vocês fecham a venda, mas a imobiliária que seu cooperador trabalha não pagou o que era devido. Como ele não tem registro no CRECI, vocês não poderão reclamar seus direitos e você não receberá a comissão.

2. Procure referências antes de firmar a parceria no setor imobiliário

Antes de firmar qualquer parceria, é de suma importância verificar o histórico dos profissionais. Procurar saber onde eles trabalharam, com quem atuaram e se são realmente comprometidos e confiáveis é fundamental para a obtenção de resultados positivos.

Peça indicação de outros corretores que conheçam a pessoa que você deseja firmar parceria. Talvez você tenha amigos ou conhecidos que já tenham trabalhado com ela que possam lhe dar referências. Um simples telefonema ou uma pesquisa rápida na internet podem evitar que você entre em uma enrascada.

Também leve em consideração as características que o seu futuro parceiro deve ter. Tente fazer com que as qualidades deles complementem os seus principais pontos fortes. Desse modo, é possível criar uma equipe preparada para todos os tipos de situações que o mercado pode oferecer, atraindo e fidelizando cada vez mais clientes.

3. Defina como será dividida a comissão

Esta é uma parte importante para uma parceria de sucesso: a divisão da comissão. Muitos corretores trabalham com o fifty-fifty, ou seja, 50% para cada, mas, cada caso deve ser analisado com muita cautela. Porém, é importante que isso já seja definido desde o início para que não haja problemas na efetivação de uma venda.

Quando esta divisão é estipulada no começo, cada corretor já fica ciente de quanto ganhará nas negociações, e isso diminui a possibilidade de desentendimentos. Da mesma forma, não existe regra para definir quantos corretores formam uma parceria no setor imobiliário, cabendo a você decidir esse número.

4. Assine contratos com grandes construtoras

Grandes construtoras também são ótimas para se fazer parcerias no setor imobiliário, pois além de terem imóveis com boa aceitação, investem pesado em campanhas de marketing. Desse modo seu trabalho ficará mais fácil, fazendo com você tenha um produto com credibilidade no mercado e que alcança um maior número de pessoas.

Lembre-se que elas oferecem empreendimentos de diversos tipos. Elas também oferecem novas tecnologias que aumentam a produtividade e têm técnicas e materiais que melhoram o seu desempenho.

Além disso, as comissões e premiações oferecidas por grandes construtoras são bem atrativas e isso pode garantir uma boa remuneração financeira no fim do mês.

5. Faça um contrato de parceria

Uma parceria de sucesso não resiste a um acordo boca a boca. Quando isso acontece, você fica exposto a problemas e desentendimentos e isso deve ser evitado a todo custo. Portanto, faça um contrato de parceria, estabelecendo regras sobre os negócios fechados em conjunto.

O contrato deve conter os dados de todos os envolvidos. Ele também precisa ter cláusulas que especifiquem o tipo de parceria que você está fazendo: se é para uma venda, um lançamento ou vitalícia.

A comissão a ser paga pela imobiliária ou construtora ou a divisão da comissão entre corretores parceiros deve ser especificada no contrato, bem como os termos para rescisão do contrato de parceria. Faça uma revisão em todo o conteúdo contratual e só o assine quando tiver certeza de aquilo que está escrito pode ser cumprido pelas partes.

6. Seja transparente

Ao atender um cliente, é necessário informar como será realizado o atendimento da parceria. Não esconda os fatos e tire todas as dúvidas que surgirem. O diálogo é uma excelente ferramenta para criar laços com os clientes e demonstrar que você está ali para ajudá-los da melhor maneira possível.

Tomando esse primeiro passo, há um aumento de confiança na negociação e você tem mais autonomia e segurança para tomar decisões. Não se esqueça de estar disponível durante todo o processo e não deixe todo o serviço na mão de seu colega.

Saiba escutar também o feedback que o mercado e seus companheiros têm a dizer sobre você. Ter uma segunda opinião sobre um determinado assunto faz com que mudemos nossa postura para melhor.

7. Avalie constantemente os resultados obtidos

O mercado consumidor pode surpreender um profissional muito competente e experiente. Dessa maneira, um corretor autônomo deve estar preparado para superar obstáculos a todo momento.

Nem toda parceria no setor imobiliário pode resultar em benefícios para os seus planos. Então, renove seus parceiros quando os resultados começarem a cair e seus clientes não ficarem satisfeitos com o serviço prestado.

8. Trate todos com igualdade

Infelizmente, alguns profissionais dão preferência a seus próprios clientes e se esquecem daqueles obtidos por seus parceiros. Isso é um grave erro que coloca em risco o seu desempenho. Então, dê o melhor de si em todas as negociações e leve a colaboração empresarial muito a sério.

Atualmente, existem várias oportunidades para um corretor autônomo. Entretanto, esse profissional precisa acompanhar as tendências do mercado e atender seus clientes com eficiência e qualidade.

As parcerias no setor imobiliário são uma ótima opção para quem deseja aumentar seu networking e realizar mais vendas. Com ela, é possível aumentar a rede de contatos e ter mais potencial para atrair e fidelizar clientes. Seguir estas dicas não vai impedir que você tenha algum insucesso na profissão, mas vai lhe ajudar a conquistar parcerias de sucesso.

Gostou do conteúdo e tem interesse em se tornar um corretor parceiro MRV Engenharia? Entre em contato conosco e saiba como!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *