Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Como se tornar um corretor de imóveis?

Como se tornar um corretor de imóveis?

A corretagem é uma atividade que vem ganhando cada vez mais destaque entre os profissionais. Essa tendência é fortemente impulsionada pelo crescimento do setor imobiliário.

Portanto, se você deseja seguir uma carreira promissora e com altas chances de sucesso, pode considerar estabelecer-se nesse ramo. Nesse cenário, é importante saber como se tornar um corretor de imóveis.

Mas afinal, como conquistar espaço nesse mercado? Neste post, você vai saber os cursos exigidos e os procedimentos necessários para ter sucesso nessa profissão. Acompanhe a leitura e confira todos os detalhes!

A formação do corretor de imóveis

A formação do corretor de imóveis

O profissional que deseja tornar-se um corretor de imóveis precisa ter formação na área e ter conhecimentos estruturados sobre o tema. Para isso, ele deve concluir o estágio obrigatório ao frequentar um curso técnico, tecnológico ou de bacharelado. O estágio supervisionado e diplomado deve ter, no mínimo, 128 horas. Após obter o diploma específico, ele pode dar entrada ao registro de inscrição no CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis).

Os cursos costumam preparar o corretor para atuar no setor imobiliário em operações, como compra, venda, locação, incorporação, apresentação de imóvel aos clientes, gestão de equipes e negócios, além de tratar de questões como documentação necessária para cada negociação, legislação específica de imóveis etc. A duração técnica costuma ser de 10 a 12 meses, enquanto que a formação universitária dura em torno de 2 a 4 anos.

A importância do registro no CRECI

A importância do registro no CRECI

O registro profissional no CRECI é um requisito obrigatório para o indivíduo que deseja atuar nesse mercado como corretor imobiliário. Trata-se da inscrição profissional que atesta que o corretor apresenta as habilidades e competências exigidas e está apto para realizar a intermediação envolvendo transações imobiliárias.

Para dar início ao pedido de registro do CRECI, conhecido como Pedido de Inscrição de Pessoa Física, é necessário ter feito o estágio e ter a formação específica, ser maior de idade e ter completado o 2º grau. A solicitação no CRECI exige o pagamento da taxa de inscrição e a posterior anuidade. Os custos são variáveis conforme o Estado.

Os documentos exigidos para o registro no CRECI

Os documentos exigidos para o registro no CRECI

A documentação exigida para o profissional obter o registro como corretor no CRECI costuma variar entre os Estados. A análise e aprovação do pedido costumam ser feitas em 30 dias. De um modo geral, é necessário apresentar:

  • RG e CPF;
  • título de eleitor;
  • certificado de reservista;
  • comprovante de residência;
  • diploma na área (curso técnico ou superior);
  • diploma de conclusão do Ensino Médio;
  • comprovante de pagamento da taxa de solicitação.

Saber como funcionam os procedimentos e as exigências de como se tornar um corretor de imóveis é o primeiro passo para começar a se introduzir nesse ramo. Trata-se de uma profissão que apresenta muitos pontos positivos, como a flexibilidade de horário, a chance de conquistar altas comissões, a possibilidade de trabalhar de modo autônomo e conciliar com as tarefas da vida pessoal.

Muitos profissionais têm migrado de setor e entrado na área da corretagem. Conheça os motivos para se tornar um corretor de imóveis!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *