Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Como vender mais e melhor durante a pandemia?

Como vender mais e melhor durante a pandemia?

Até os corretores de imóveis com experiência precisam superar desafios no trabalho. Geralmente, o processo de venda pode demorar meses para ser concluído, o que chega a ser inconveniente para esses profissionais. Estamos nos referindo, porém, ao período antes da pandemia, pois sabemos que novas dificuldades surgiram em diversos setores, especialmente no de imóveis.

Vender uma casa nesse momento complexo deixou quem atua nesse segmento preocupado com a segurança dos clientes. No entanto, assim como as indústrias e as grandes empresas, o setor imobiliário seguiu avançando. Visitas presenciais não estão acontecendo ou, quando acontecem, é permitida a entrada de apenas um ou dois clientes.

Está com dúvidas sobre como vender mais e melhor nesse momento sem precedentes? Continue lendo!

Invista em visitas virtuais com os seus clientes

Os corretores de imóveis estão se sentindo inseguros sobre o que fazer nesse período incerto. Para que eles continuem vendendo, as imobiliárias estão implementando medidas de segurança e sanitárias, tomando todas as precauções para evitar contaminações no ambiente de trabalho — inclusive nas visitas dos clientes interessados, o que é determinante no momento da venda do imóvel.

Divulgar imagens da casa nunca foi tão importante. É preciso incluir arquivos de imagem e vídeo de ótima qualidade nos anúncios dos imóveis. Antes do período de crise, as visitas eram liberadas para toda a família do cliente. Agora, devemos investir realmente em fotos que valorizem o imóvel para conquistar a confiança da clientela. Diversos setores estão aproveitando as ferramentas online para sobreviver durante a pandemia.

Nesse período inesperado, os corretores estão proporcionando visitas virtuais aos imóveis para que o cliente feche negócio rapidamente. Elas devem ir além do que é mostrado nas imagens e nos vídeos. Esteja consciente sobre as possíveis dúvidas do interessado sobre a casa, seja acerca do funcionamento da rede elétrica, seja em relação aos encanamentos. Permita a interação da clientela durante a chamada de vídeo.

Tanto os corretores quanto os clientes em potencial gostam das visitas virtuais. Não é necessário, por exemplo, que os vendedores preparem e liberem o imóvel para a clientela conhecê-lo. Eles também conseguem fazer visitas online para um maior número de clientes no mesmo dia, o que não acontecia há alguns anos. Dessa forma, a família que pretende comprar o imóvel não precisa sair da própria casa para visitar o espaço.

Siga todas as medidas sanitárias e descubra como vender mais e melhor

Siga todas as medidas sanitárias e descubra como vender mais e melhor

As visitas com muitas pessoas estão canceladas, mas o que fazer quando os clientes querem visitar a casa pessoalmente? Recebê-los nos imóveis é realmente preocupante para os corretores, afinal, não sabemos se esses potenciais compradores estão se cuidando. Nesse sentido, há procedimentos adicionais que podem proteger os proprietários dos bens e, assim, permitir as visitas presenciais.

Isso porque, mesmo neste momento de pandemia, ainda é fundamental conhecer o lugar antes de fechar negócio. É um investimento de alto custo e os clientes precisam ter certeza do que estão comprando. Os corretores estão apostando, então, em máscaras extras, luvas e álcool em gel para garantir a segurança e a saúde de todas as pessoas que estiverem naquele espaço.

Esses profissionais devem deixar o imóvel limpo e desinfetado, até nos cantos mais escondidos, assim como maçanetas e interruptores. Deixe todas as portas e os armários abertos para evitar que os visitantes encostem nesses lugares. Avise a clientela com antecedência que não é permitido entrar na casa com sapatos e, se possível, disponibilize um protetor de sapato descartável.

Ressaltamos a importância de também disponibilizar água e sabão para a lavagem das mãos. Após a visita do cliente, limpe todo o imóvel para reduzir os riscos de contaminação que podem ter ficado na casa. Esse esforço não era necessário, mas tornou-se ideal para corretores que querem saber como vender mais e melhor.

Evite o contato pessoal durante as inspeções nas casas

Para que os corretores de imóveis conquistem a confiança dos clientes, eles precisam permitir que os seus inspetores também visitem a casa. Isso ficou ainda mais difícil por causa do distanciamento social e da quarentena, mas não impossível. Devemos colaborar para essas inspeções com o mínimo de contato possível, sempre utilizando máscara e mantendo a distância ideal para evitar o contágio.

O indicado é que os corretores fiquem isolados em uma parte da casa, bem distante do inspetor. Esses profissionais também devem seguir os protocolos sanitários, utilizando máscaras, luvas e protetores de calçados. Além disso, devem sempre higienizar as mãos com álcool em gel quando encostarem em alguma parte da casa e ao entrarem e saírem do imóvel. Quando o inspetor for embora, higienize todo o local novamente.

Por outro lado, se o profissional permitir, as inspeções podem ser feitas de forma remota, ou seja, a distância. Ofereça a possibilidade de visita virtual, assim, o inspetor pode avaliar tudo que for necessário sem sair de casa. De forma geral, tudo depende das empresas associadas aos corretores.

Sugira fechar o negócio de forma remota

Mesmo antes desse período crítico, os clientes já estavam concluindo compras de residências de forma online nas principais cidades do Brasil. Nesse momento de crise, os corretores estão determinados a manter a venda virtual de imóveis em todo o país. Os clientes se informam sobre as casas que estão pensando em comprar online e, então, podem tentar fechar negócio também no ambiente virtual.

A maioria dos corretores imobiliários está buscando fechar compras com os interessados remotamente. Entretanto, tanto os clientes quanto os profissionais devem ter as tecnologias necessárias para concluir o processo. As leis locais também devem estar a favor dessa prática que não requer contato físico. Há sites de aluguel que somente fornecem reservas online, ou seja, não é possível concluir a compra pessoalmente.

Essa prática torna tudo muito mais seguro para os profissionais desse setor e também para os clientes. Se for necessário, eles podem enviar e receber documentos por e-mail para verificar informações pessoais. A identificação de cada indivíduo pode ser feita por reconhecimento facial ou por chamada de vídeo. Já os documentos da propriedade são assinados eletronicamente.

Agora, você já sabe como vender mais e melhor nesse momento tão complicado. Vender uma casa ou um apartamento durante a pandemia não tem sido fácil. Todos os profissionais do mercado imobiliário estão cooperando para que essas compras continuem acontecendo de forma segura e tranquila para os potenciais compradores. Temos que seguir todas as precauções a fim de evitar qualquer tipo de contágio e preservar vidas.Gostou do artigo? Então, continue no blog. Temos muitos conteúdos sobre o setor imobiliário, com dicas e informações essenciais para corretores. Confira agora mesmo, por exemplo, como apresentar um imóvel ao cliente!

Banner rodapé
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *