Corretor de imóveis: esclarecemos 6 mitos para você!

Corretor de imóveis: esclarecemos 6 mitos para você!

Um bom corretor de imóveis nunca desiste de sua carreira, ele insiste e persiste aproveitando sempre todas as oportunidades.

Se ingressar nesse mercado é o seu sonho, prepare-se para escutar muita coisa desmotivadora, mas nem tudo que se ouve por ai é verdade! Vamos esclarecer os principais mitos por trás dessa profissão. Veja só:

1. Um bom corretor nasce pronto

Vender não é apenas uma questão de dom. Temos que admitir que existem pessoas com mais facilidade para determinadas áreas do que outras, claro, mas a maioria dos atributos de um bom vendedor podem ser aprendidos e treinados.

Para atingir a excelência, é necessário muita dedicação e estudo, além disso, ninguém se torna o melhor da noite para o dia, não é? A experiência é um fator determinante. Quanto mais tempo se desenvolve a mesma atividade, mais técnicas são aprendidas.

2. Existe uma fórmula mágica para vender

Infelizmente, isso é uma mentira, mas seria o sonho de todo profissional que trabalha com vendas. Para ser um bom corretor você tem que entender que cada cliente é uma pessoa diferente e deve saber exatamente o que ele espera dos seus serviços.

O que funciona em uma negociação pode colocar tudo a perder em outra. É uma questão de aprender a reconhecer os perfis e saber lidar com os problemas que aparecerem de forma satisfatória para todas as partes.

3. O mercado imobiliário está ruim

Sabemos que a economia brasileira não está das melhores, mas isso não é desculpa. Trabalhar nesse mercado é saber aproveitar cada oportunidade que aparece.

Sempre vai ter alguém querendo comprar, então, para se sair bem basta identificar qual o perfil dos atuais compradores e o que eles procuram exatamente.

4. Os clientes não sabem o que falam

Um erro na hora de negociar um imóvel é achar que o cliente não sabe do que está falando. Em uma relação comercial, o consumidor quer se sentir valorizado e se cada vez que ele tenta expor um problema ou crítica é interrompido, pode acabar desistindo da compra antes mesmo de chegar à fase de negociação.

Escute todas as críticas e problemas apresentados e proponha soluções.

5. Para ser um bom corretor de imóveis, não se pode perder uma venda

Nem toda negociação é concretizada — e quando isso acontece, não precisa se culpar. Seu trabalho não é convencer o cliente a qualquer custo e sim apresentar as vantagens do seu produto.

A decisão final cabe ao cliente e se ele toma uma decisão precipitada você terá uma insatisfação nas mãos. Ajude-o nessa fase de escolha se colocando a disposição para eventuais dúvidas.

6. Imóveis baratos são fáceis de vender

Não é só o preço que determina a venda de um imóvel, portanto, o corretor deve conhecer todos os benefícios que ele oferece também. Seu produto deve ser valorizado e apresentado como um excelente custo-benefício.

Se você nortear toda sua técnica de vendas em cima do preço baixo, o cliente pode acabar desvalorizando seu produto e procurando outros imóveis.

Convencido a encarar a empreitada dessa carreira cheia de desafios e recompensas? Quer saber mais sobre como se tornar um bom corretor de imóveis? Leia nosso artigo com 10 dicas sobre como ser um corretor de sucesso!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *