Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

5 dicas para corretor de imóveis iniciante

5 dicas para corretor de imóveis iniciante

A corretagem de imóveis é uma área bastante promissora, e que vem ganhando destaque quando o assunto é profissões em alta no mercado. Trata-se de uma tendência que tem tudo para se consolidar, em decorrência do crescimento do setor imobiliário.

Nesse sentido, se você deseja seguir carreira nesse ramo, mas ainda não tem muita experiência, deveria conhecer algumas dicas importantes para o corretor de imóveis empreender de forma promissora. Afinal, além dos conhecimentos teóricos sobre o mercado imobiliário, também é necessário ter uma postura adequada, passar credibilidade e saber se relacionar com o cliente;

Quer saber como conquistar o seu espaço nesse mercado? Neste post, vamos apresentar algumas dicas para corretor de imóveis iniciante que desejam obter sucesso na profissão. Acompanhe a leitura!

Conheça os seus clientes

1. Conheça os seus clientes

Você precisa identificar o perfil do cliente e conhecer quais são as suas necessidades, objetivos e anseios quando busca a compra de um imóvel — casa ou apartamento, metragem, espaços para lazer, se eles têm crianças ou animais etc. Além disso, você deve saber qual é o estilo do comprador — moderno, minimalista, prático, básico etc.

A partir dessas informações, fica mais fácil escolher os imóveis anunciados que mais se adequem a personalidade do cliente e com mais chances de agradá-lo. Dessa forma, também será possível conhecer as objeções e recusas, o que vai auxiliar na busca pela propriedade ideal para ele.

Utilize softwares de gestão que permitem realizar o cadastro do cliente, contendo dados importantes sobre a persona, como faixa etária, renda, número de membros na família, estado civil, faixa de preços esperada para o imóvel, finalidade da busca pelo imóvel etc. Assim, você estará criando um amplo banco de dados sólido, que poderá ser consultado rapidamente sempre que sentir necessidade de saber mais sobre o perfil do cliente.

Ofereça um atendimento personalizado

2. Ofereça um atendimento personalizado

O atendimento personalizado faz toda a diferença para transmitir mais credibilidade e aumentar a confiança do cliente no trabalho do corretor. Ele certamente se sentirá valorizado e bem satisfeito se perceber que suas necessidades realmente estão sendo levadas a sério. Com isso, há maiores chances de concluir a negociação com sucesso.

Para atender o comprador de modo personalizado, é necessário conhecê-lo, não é mesmo? Por isso, faça uso do cadastro de clientes e utilize a tecnologia como sua aliada. Você deve acompanhar todas as etapas do processo de vendas, desde o primeiro atendimento, passando pela visita ao imóvel, a reunião da documentação até a conclusão do negócio. 

A personalização está diretamente ligada ao conceito de “exclusividade”. Nesse sentido, uma boa ideia é oferecer condições especiais, como descontos e vantagens no pagamento. Você pode antecipar lançamentos e criar um conteúdo mais personalizado para esse público.

Faça parcerias com outros profissionais

3. Faça parcerias com outros profissionais

O mercado da corretagem é bem concorrido. No entanto, isso não significa que você não pode trabalhar com outros profissionais. Na verdade, é interessante firmar parcerias com o intuito de criar uma rede de networking.

Existem corretores que podem auxiliá-lo a impulsionar sua carreira, fazendo sua indicação para imobiliárias ou recomendando o seu trabalho para clientes que precisam de um corretor com conhecimentos de uma determinada região que só você domina, por exemplo.

Com isso, você vai estruturando uma ampla rede de contatos — isso é muito positivo, pois demonstra que muitos clientes já confiaram em você e saíram satisfeitos com a negociação. Além do mais, quanto mais experiente for, e em maior evidência estiver, melhores serão as chances de obter novos clientes e conquistar mais oportunidades de trabalho, levando vantagens em relação a corretores ainda iniciantes.

Busque sempre novos conhecimentos

4. Busque sempre novos conhecimentos

Lembre-se de que o conhecimento nunca é demais. Por isso, você pode ampliar as suas habilidades e se especializar em uma área. Que tal se tornar um expert nem determinado assunto? Desse modo, você consegue ganhar mais visibilidade no mercado e será procurado por clientes que estão em busca de algo personalizado que só você domina.

Nesse sentido, se torna indispensável participar de eventos específicos, como treinamentos, palestras, workshops, cursos e qualquer tipo de solenidade que esteja relacionado com o setor imobiliário. Você também pode ler artigos e acessar sites e blogs específicos que tratam sobre o mercado imobiliário. Participe de fóruns e saiba o que o público está comentando.

O corretor iniciante precisa ter a consciência de que está começando um longo caminho de aprendizado. Por isso, é importante saber sempre mais sobre o mercado imobiliário —conhecer as próximas tendências, os melhores investimentos, o panorama político; entender sobre design de interiores, decoração, arquitetura, paisagismo, opções de financiamento, fatores de valorização ou depreciação de imóveis, conceitos básicos de construção civil, como fazer a segmentação de público, estilos de imóveis etc.

Claro que você não precisa dominar todos esses assuntos, mas é uma boa ideia compreender as noções básicas sobre cada área e ter a motivação necessária para se desenvolver profissionalmente cada vez mais. Tudo isso transmite mais credibilidade para a imagem do profissional, enriquece o currículo e será um grande diferencial para a sua carreira.

Organize as suas finanças

5. Organize as suas finanças

O início de carreira costuma ser sempre um desafio para a maioria dos profissionais. Quando se trata de um corretor de imóveis, ele se torna ainda maior. Afinal, estamos falando de uma área que não oferece uma remuneração fixa, salvo se você trabalhar em uma imobiliária. Fora isso, é provável que você passe por dificuldades financeiras no começo, principalmente com comissões de baixo valor.

Por isso, você deve controlar as suas finanças e não gastar muito dinheiro no início — pelo menos até se estabilizar profissionalmente, visto que isso pode demorar semanas ou meses. Apesar de a corretagem não ter um limite de ganhos, os ganhos são sazonais. Portanto, tenha disciplina com as finanças. Faça um planejamento contendo a meta de vendas, os gastos fixos e variáveis, corte despesas desnecessárias e evite desperdícios. Qualquer desatenção pode comprometer o orçamento.

A corretagem é uma área promissora e com amplas possibilidades de construir uma carreira sólida. No entanto, ela envolve alguns desafios que podem se superados com estudo, disciplina e equilíbrio emocional. Tenha em mente que a sua postura e a forma como você realiza o atendimento do cliente são o seu marketing pessoal e será o fator mais determinante para o sucesso na profissão. Portanto, leia com atenção as nossas dicas para corretor de imóveis iniciante e coloque-as em prática!

Ainda está em dúvida sobre a profissão? Confira alguns motivos para se tornar um corretor de imóveis!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *