Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

6 dicas sobre como ser um bom corretor de imóveis

6 dicas sobre como ser um bom corretor de imóveis

É importante desenvolver certas habilidades e aplicar certas técnicas para efetuar um bom trabalho de corretagem. Claro que nunca faltam pessoas procurando comprar ou alugar imóveis, mas também há muitos imóveis para serem vendidos e alugados, dependendo da região. Quando a oferta é boa, o profissional precisa ser persuasivo para fechar bons negócios.

Mesmo considerando que não haja uma oferta tão grande de imóveis, se o profissional não souber persuadir o consumidor, será difícil transformá-lo em cliente. Isso faz parte de todo trabalho. Sempre há alguma coisa a aprender, a desenvolver.

Há sempre algum segredinho a ser aprendido, certo? Neste artigo, mostraremos 6 dicas sobre como ser um bom corretor de imóveis. Venha conferir!

Planeje sua rotina e deixe tudo previamente organizado

1. Planeje sua rotina e deixe tudo previamente organizado

O primeiro passo para desenvolver um bom trabalho é o planejamento. Isso significa definir uma hora de começar o trabalho e uma hora de terminar, respeitando algumas flexibilidades. Organize sua agenda, as visitas que vai fazer, os clientes com quem vai entrar em contato.

O planejamento envolve um trabalho de organização e decisão, priorizando tarefas, fazendo pesquisas, contatando potenciais compradores, vendedores, locadores e inquilinos, desenvolvendo parcerias (seja com outros corretores, construtoras, incorporadoras, instituições financeiras).

O trabalho de um corretor de imóveis precisa ser planejado estrategicamente, com um foco. A falta de foco leva profissionais, de diferentes áreas, a fracassarem em suas atividades, pois logo se sentem desestimulados e dificilmente conseguem aplicar com êxito as armas da persuasão.

Ofereça as melhores soluções para seu potencial cliente

2. Ofereça as melhores soluções para seu potencial cliente

Entre as dicas sobre como ser um bom corretor de imóveis, podemos destacar a necessidade de oferecer boas soluções para o cliente. Não pense unilateralmente, tentando “empurrar” para o cliente algo que só é bom para você. Lembre-se de que os enganadores acabam ficando mal vistos pelos compradores e uma má reputação destrói qualquer profissional.

Na verdade, o importante é que as soluções oferecidas sejam vantajosas para os dois lados. Mas mesmo quando não puder sair lucrando, o correto pode orientar o consumidor sobre o que fazer. Se a orientação funcionar, certamente a pessoa nunca esquecerá. E, caso não funcione, ela saberá reconhecer que o corretor teve, ao menos, a boa vontade de tentar ajudar.

De qualquer modo, o bom profissional pode oferecer uma solução melhor que a esperada pelo cliente. Isso geralmente acontece quando o outro não entende muito bem do assunto e acaba recebendo esclarecimentos que o fazem entender as coisas de outra forma.

Por exemplo, ele pode estar à busca de uma casa com determinadas características e descobrir, por meio do corretor, que será melhor comprar uma casa com aspectos diferentes, que se ajustarão melhor às suas necessidades. O profissional pode fechar um bom negócio e satisfazer o cliente — esse é o verdadeiro objetivo de todo bom corretor!

Saiba como reverter as objeções propostas pelo potencial cliente

3. Saiba como reverter as objeções propostas pelo potencial cliente

Se o potencial comprador ou inquilino domina o assunto melhor que o corretor, ele poderá levantar objeções que não serão contornadas. O profissional de corretagem deve entender o suficiente para reverter objeções sem exageros, sem parecer forçado demais. Na verdade, é possível evitar algumas objeções quando se trabalha conforme os critérios do cliente.

Por exemplo, digamos que uma pessoa procura uma casa que fique em algum local perto da escola de seus filhos, de forma que eles possam ir a pé. E o corretor oferece um imóvel que dista mais de dez quilômetros da escola. Será mais difícil contornar as objeções. Ou seja, é preciso ser persuasivo para contornar questões eventuais e ser diligente para evitar objeções desnecessárias.

Uma forma de contornar objeções é mostrar ao potencial cliente algumas vantagens do imóvel que ele não tenha percebido, atentando-se somente para as limitações ou os defeitos. É importante lembrar que há pessoas com quem realmente é difícil de lidar porque estão sempre encontrando um “mas”, um “se não fosse isso ou aquilo”.

Enfim, é importante ter conhecimentos, uma carta na manga sempre que a contrariedade ficar muito evidente no cliente.

Mantenha um ótimo relacionamento com os clientes

4. Mantenha um ótimo relacionamento com os clientes

Outro ponto a considerar entre as melhores dicas sobre como ser um bom corretor de imóveis é a manutenção de um bom relacionamento com os clientes. Não seja somente um profissional que quer vender imóveis, seja amigo do cliente dentro do possível. Claro que nem sempre fazemos amizades quando tratamos de negócios, mas manter um bom relacionamento é sempre possível.

Alguns fatores que contribuem para uma relação duradoura são: a simpatia, a empatia, a boa conversação, a capacidade de ouvir, o desejo sincero de ajudar, a honestidade, a compreensão, a consideração. Seja sempre cordial e atencioso. Cumprimente seus clientes quando encontrá-los na rua, envie mensagens em datas especiais ou mesmo esporadicamente. São formas de confirmar que não se esqueceu deles.

Não pare de aprender, esteja sempre atualizando seus conhecimentos

5. Não pare de aprender, esteja sempre atualizando seus conhecimentos

Estudar sempre é importante. Todo profissional de sucesso se atualiza sobre o seu ramo de trabalho, aprende novas técnicas, aprimora seus conhecimentos, procura se aperfeiçoar. Existem muitos cursos que podem ser aproveitados nessa área, inclusive cursos de graduação, como Administração de Empresas. Outros cursos que podem ser feitos são:

  • Graduação em Negócios Imobiliários;
  • Especialização em Gestão de Negócios Imobiliários e Construção Civil;
  • Curso de Consultoria Imobiliária;
  • Curso de Avaliação de Imóveis;
  • Workshops de atualização.

Na internet, é possível encontrar em alguns sites confiáveis muito material interessante e instrutivo. Além disso, o corretor pode aprender com outros profissionais de trabalho, em revistas especializadas e livros temáticos.

Tenha um quadro geral de dicas sobre como ser um bom corretor de imóveis

6. Tenha um quadro geral de dicas sobre como ser um bom corretor de imóveis

Você pode fazer um quadro geral de dicas sobre como ser um bom corretor de imóveis, incluindo, além das já citadas, outras que as complementam, como:

  • aumente sua disponibilidade;
  • invista em marketing digital;
  • estabeleça metas realizáveis;
  • esteja sempre preparado;
  • compreenda as necessidades do cliente;
  • invista no atendimento de boa qualidade;
  • estabeleça uma atitude profissional;
  • faça bom uso da tecnologia e das redes sociais;
  • saiba gerar o comprometimento do cliente;
  • qualifique seus clientes;
  • tenha confiança em si mesmo;
  • invista em você mesmo.

Esse conjunto de dicas sobre como ser um bom corretor de imóveis ajudarão você a desempenhar um bom trabalho de corretagem imobiliária. Dê atenção para elas e você será um excelente profissional e terá uma carreira promissora no mercado de imóveis.

Aproveitando o momento de dicas para a carreira, que tal aprender mais sobre metas realizáveis? Veja como planejar com sucesso as suas metas de vendas!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *