Manual do Corretor: saiba como fazer a divulgação de um imóvel para alugar

Manual do Corretor: saiba como fazer a divulgação de um imóvel para alugar

Ser um corretor de imóveis exige bons contatos, ótima percepção e, é claro, poder de persuasão. Afinal, para alugar uma unidade, é preciso fazer com que o cliente sinta que aquele imóvel é vantajoso o bastante para se comprometer por um longo período e que o local pode, efetivamente, se transformar em um lar.

Para engordar a comissão e fechar mais negócios, algumas táticas são indispensáveis para o corretor. Dentre elas, fazer uma divulgação adequada está entre as mais importantes, pois as pessoas só vão saber que você dispõe de um imóvel para alugar se ele for divulgado.

Ao mesmo tempo em que é fundamental para o processo, essa divulgação é cheia de detalhes. Acertar todos eles, porém, aumenta — e muito! — as suas chances de sucesso. Pensando nisso, elaboramos este manual completo para que você aprenda como fazer a divulgação de um imóvel disponível para aluguel.

Você não vai querer perder, certo? Confira!

A definição de um bom anúncio

Uma das chaves para o sucesso no processo de locação é o anúncio. Ele é responsável por despertar o interesse inicial dos clientes e fazer com que eles entrem em contato com você. É a partir dessa abordagem inicial que o processo se desenvolve. Por outro lado, sem esse contato, o imóvel tende a ficar encalhado no mercado.

Para não cair nessa armadilha, o ideal é criar um anúncio de ótima qualidade e que chame a atenção pelos motivos certos. Para tanto, é importante criar uma descrição completa do imóvel. Fale, por exemplo, sobre a metragem e a localização.

Ao mesmo tempo, é preciso ter cuidado para não cair em jargões ou então em termos que mais parecem enrolar o cliente. A intenção é fazer com que o possível comprador sinta que o imóvel é perfeito para ele e, dessa forma, quanto mais direto você for, melhor.

Também é necessário ter um anúncio bem estruturado, bem redigido e organizado de maneira profissional. As pessoas querem ter segurança na hora de alugar um imóvel, então isso deve ser transmitido nesse primeiro contato que é o anúncio.

O anúncio deve estar de acordo com a realidade

Com o desejo de fazer o imóvel sair rapidamente do catálogo, alguns corretores fazem descrições que nem sempre correspondem à realidade. É o caso de citar uma localização que, na verdade, não é a do imóvel, mas de um lugar próximo a ele.

Ou então de descrever os imóveis de uma forma exageradamente positiva e valorizada demais. Em alguns casos, há anúncios que chegam a mentir dados importantes, como a metragem ou estado da propriedade.

Essa é uma ação antiética, que pode prejudicar toda a sua transação. Por mais que o anúncio atraia o cliente, é o imóvel que vai convencê-lo. Se o que foi anunciado não corresponde ao que existe, de fato, para ser alugado, o cliente se sentirá enganado e deixará de confiar em você.

Esse cenário pode não apenas atrasar as negociações como pode também cancelá-las por completo. Além disso, outros inquilinos podem ficar sabendo dessa situação, o que vai afastá-los do contrato de locação.

Em vez disso, busque oferecer um anúncio que corresponda à realidade do negócio. Valorize os pontos positivos, mas não exagere e tampouco minta sobre qualquer aspecto do imóvel, por menor que pareça a importância dessa mentira.

Dicas práticas

Afinal, como criar um anúncio que vai atrair a atenção de possíveis inquilinos e fazer com que o imóvel seja alugado rapidamente? Para ajudar você nessa tarefa, confira algumas dicas práticas:

1. Tire boas fotos

O conteúdo visual é especialmente importante se o objetivo é conquistar os possíveis inquilinos de primeira. Como o anúncio é o primeiro contato de quem possivelmente vai alugar, o melhor é que ele aconteça diante de fotos muito bem tiradas.

Esse tipo de recurso permite que o cliente faça uma avaliação inicial do imóvel antes mesmo de entrar em contato. Em geral, isso pode até mesmo agilizar todo o processo. Para tanto, invista em imagens de muita qualidade. Uma câmera com boa resolução, em geral, tira fotos mais atraentes, assim como a iluminação natural é mais vantajosa.

Aproveite para explorar todos os espaços da propriedade e invista em uma perspectiva que valorize o ambiente. Se o imóvel estiver ocupado, garanta que ele esteja arrumado para as fotos, já que a bagunça no espaço pode tirar o interesse de quem deseja alugar.

Além disso, tire fotos de diversos ângulos e não se esqueça de mostrar o melhor da vista ao redor. Ao mesmo tempo, não use imagens que não sejam da sua propriedade e nem use fotografias que sirvam para ilustrar o imóvel, mas que não sejam da unidade em questão.

2. Descreva bem o imóvel

Apesar de uma imagem valer mais do que mil palavras, é importante descrever o imóvel de maneira adequada. Nessa hora, procure não economizar palavras se você não estiver em um meio com limitação de caracteres.

Para entender a importância, avalie as seguintes descrições!

  • Apt 60m² 2qts 1st var.gourmet e ae. Disponível para locação;
  • Apartamento com área de 60 m², em região privilegiada e de fácil acesso. Além de dois quartos, o imóvel oferece uma bela suíte espaçosa, além de contar com armários embutidos. Do lado de fora, há uma varanda gourmet para aproveitar o ambiente.

Ao ser questionado sobre qual das duas é mais atrativa, é bem possível que você escolha a segunda — e o seu cliente também! Por isso, vale a pena criar uma descrição mais elaborada e que destaque os pontos fortes do imóvel. A descrição também ganha pontos se for envolvente de modo a gerar o interesse por parte do cliente.

3. Escolha os canais de divulgação

Por mais importante que seja ter um bom anúncio, ele não será efetivo se não chegar às pessoas certas. Por isso, é necessário escolher corretamente quais serão os seus canais de divulgação. Embora haja diversos meios, há 3 principais que podem ajudar na divulgação do imóvel.

São eles:

3.1. Jornais e classificados

Por mais que a mídia impressa esteja em relativo desuso, contar com jornais e classificados pode ser uma possibilidade para anunciar o seu imóvel. Dependendo do público atingido com a publicação, é possível ter ótimos contatos e até mesmo encontrar o inquilino definitivo. Nesse caso, os anúncios precisam ser reduzidos, então é bom caprichar nessa hora!

3.2. Sites especializados

Outra opção é anunciar em sites especializados. Eles são ótimas escolhas porque, normalmente, possuem um grande fluxo de pessoas interessadas exatamente nesse assunto. Com isso, há a chance de conseguir visitantes rapidamente, especialmente se você está com pressa para fechar a locação.

Além de tudo, esses sites normalmente permitem que você acrescente diversas fotos do imóvel e uma descrição bastante completa. Embora esse serviço não seja gratuito, é uma opção para quem quer pessoas mais qualificadas para o aluguel.

3.3. Redes sociais

Com o sucesso das redes sociais, é impossível não citá-las como uma opção. Por lá, você pode criar publicações com fotos e com uma descrição completa do imóvel. Além disso, dá para tirar dúvidas nos próprios comentários e gerar alcançar até os amigos dos possíveis interessados, por exemplo.

Para ter sucesso com essa estratégia, é importante selecionar corretamente quais redes sociais usar. Isso depende do seu público-alvo, mas, normalmente, o Facebook é uma boa pedida por ser a mais utilizada. Dentre várias outras opções há também o Instagram e o WhatsApp.

4. Conte com o marketing de indicação

Por falar nisso, aumentar o alcance é mais simples se você conta com ajuda. Nesse sentido, o marketing de indicação surge como um grande aliado para que você capte interessados. É o caso de pedir o compartilhamento do imóvel nas redes sociais, de modo que mais pessoas sejam atingidas.

Quanto mais gente ficar sabendo, maiores são as probabilidades de você encontrar um inquilino. Pedir ajuda para amigos corretores de outros nichos, por exemplo, pode ser uma ótima escolha. Além disso, também dá para pedir indicação de familiares, amigos e conhecidos que saibam do interesse de outras pessoas em alugar um imóvel.

Outra forma é pedir a indicação para os seus antigos clientes. Se você prestar um serviço de ótima qualidade, o resultado, com certeza, é a satisfação, que vem em forma de indicação para outras pessoas.

Saiba receber os clientes

Receber bem os clientes é muito importante para conquistá-los e fechar negócio. Como dito, o bom anúncio atrai, mas depois que o cliente entra em contato é que vem a parte realmente crucial para conseguir que o imóvel seja ocupado.

Em primeiro lugar, é indispensável ter uma boa disponibilidade. Procure ajustar sua agenda, na medida do possível, de acordo com as necessidades do cliente em potencial. Isso gera mais satisfação logo de cara e garante que o processo já comece conveniente para quem vai alugar.

Depois de marcar uma data e um horário, nem pense em se atrasar! A pontualidade vai contar muito a favor da sua atuação, então é importante estar lá no momento combinado com o cliente.

Durante a visita no imóvel, apresente os principais pontos com clareza e sem tentar enrolar. Não ignore pontos negativos, como a necessidade de pequenos reparos ou reformas. Ao mesmo tempo, não fale excessivamente e deixe que o cliente reflita sobre essa escolha.

Também é fundamental portar-se de maneira profissional. A pessoa que pretende alugar o imóvel precisa ter confiança de que está fazendo um bom negócio e, como corretor, uma de suas funções consiste em garantir exatamente isso.

Caso o possível inquilino tenha alguma dúvida, esteja preparado para respondê-la de maneira correta e direta. Isso transmite confiança e segurança e faz com que o cliente sinta que você está jogando a favor dele.

Na hora de assinar o contrato, deixe todas as cláusulas bem claras, como prazos, multa de rescisão e condições de uso. Fazer com que o provável inquilino tome uma decisão bem fundamentada vai garantir que você conquiste o máximo de aprovação e de satisfação.

Conte com o apoio de profissionais da área

Por mais que você atue de maneira autônoma, é possível contar com ajuda se a intenção é melhorar seus resultados. Ao buscar parcerias com profissionais do mercado imobiliário, você consegue montar anúncios melhores e que facilitam todo o processo de uma maneira geral.

Falar com quem também entende do assunto, além de diminuir seus erros, melhora a sua eficiência e traz outras vantagens como:

Ajuda na burocracia

Fechar o contrato de locação de um imóvel dificilmente é uma tarefa simples. Além de elaborar um vínculo adequado é preciso garantir a satisfação de todos os envolvidos nesse processo.

Tudo isso envolve uma série de documentos e garantias que, muitas vezes, geram uma burocracia muito intensa. Tendo ajuda, por outro lado, todo o processo fica mais simples e você consegue lidar melhor com essas etapas.

Dá credibilidade ao assunto

Com o apoio de outros profissionais da área é mais fácil elaborar um anúncio que tenha a ver com a realidade do imóvel, que seja atrativo e que tenha muita credibilidade. Com aparência ainda mais profissional, o interesse dos possíveis inquilinos só aumenta.

Como a confiança é um fator muito importante para que o contrato seja assinado, você sai ganhando ao garantir que o processo seja menos demorado.

Tira as dúvidas de ambas as partes

É comum que um processo de locação de imóvel traga questionamentos tanto para o locatário quanto para o inquilino. Questões relacionadas a valores, reajustes e prazos estão entre as mais comuns. Como corretor, às vezes pode ser mais difícil conseguir atender a todas essas dúvidas.

Dessa maneira, a ajuda de outros profissionais do mercado ajuda a garantir que todas as partes tenham suas dúvidas sanadas, fazendo com que todo o processo de locação fique muito mais simples.

Dica extra

O contato com o cliente através das redes sociais é uma forma de criar o seu marketing pessoal. Por isso, é fundamental que você trabalhe a sua imagem como corretor, sem se prender às imobiliárias ou construtoras.

Nas redes sociais, trabalhe apenas o seu nome e a sua proposta. Isso facilitará as vendas caso você troque de imobiliária ou decida se tornar um corretor autônomo. Afinal, você já é a sua própria marca, e precisa ser bem trabalhada e nutrida para continuar dando frutos.

Conclusão

Para divulgar um imóvel é essencial criar um anúncio direto, atrativo e condizente com a realidade. Para isso, é importante apostar em boas fotos, descrições completas e também em meios de divulgação.

O marketing de indicação é outra ferramenta que pode ajudar a conseguir mais alcance. Além disso, é fundamental tratar o potencial inquilino de maneira adequada.

Por fim, contar com ajuda de outros profissionais da área pode fazer toda a diferença. Ao colocar em prática todos esses passos, você estará pronto para fechar mais negócios com mais rapidez!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *