Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

7 dicas para melhorar seu poder de convencimento e vender mais

7 dicas para melhorar seu poder de convencimento e vender mais

A falta de experiência em vendas, o pouco conhecimento sobre o produto e os seus processos, entre outros diversos problemas são fatores que influenciam na autoconfiança de um corretor na hora de vender mais imóveis. Por sua vez, a insegurança pode diminuir o seu poder de convencimento frente ao comprador, reduzindo as chances de vendas.

A boa notícia é que sempre é possível reverter esse quadro e aprimorar as suas habilidades para ter sucesso nas vendas e melhorar os seus resultados. O poder de convencimento na hora da venda é fundamental e deve ser sempre trabalhado para se adequar ao perfil do seu cliente e, assim, atingir suas metas.

Veja neste artigo algumas dicas que podem ajudar a melhorar esse quesito!

1. Tenha empatia

Essa é uma das principais técnicas de persuasão, senão a principal, podendo ser usada até mesmo no âmbito pessoal. Nela, você tentará se colocar no lugar do comprador, entendendo as suas dores e dificuldades. Pense no que ele busca com aquele imóvel — tanto materialmente, quanto psicologicamente —, vislumbrando quais são as motivações que o levaram até a imobiliária.

Dessa maneira, será gerada a sintonia que estabelecerá uma relação de confiança. A partir daí ficará muito mais fácil transmitir as suas ideias e, logo, oferecer algo que gere valor ao cliente para que o objetivo final seja alcançado.

2. Tenha consciência da linguagem corporal

Você sabia que mais de 90% da nossa comunicação é não verbal? De acordo com Albert Mehrabian, professor emérito de psicologia na Universidade da Califórnia, a maior parte dos nossos diálogos não se dão pelas palavras ditas, mas sim pelo tom de voz, linguagem corporal etc.

Pensando nisso, tente observar as suas ações físicas para melhorar o seu poder de convencimento. Note se está tendo um bom contato visual e se os seus braços não ficam cruzados. Caso queira se aprofundar no tema, existe um livro chamado “O Corpo Fala” de Pierre Weil e Roland Tompakow que aborda bastante o assunto.

3. Use gatilhos mentais para aumentar seu poder de convencimento

Nessa técnica você vai “falar” com o inconsciente do consumidor para aumentar o seu poder de convencimento. Explicando brevemente, podemos dizer que os gatilhos mentais agem encima das decisões que o cérebro faz antes de promover as ações racionais como a fala, os gestos, entre outras.

Existem diversos gatilhos e um dos mais famosos é o da urgência, muito utilizado na venda a varejo. Nela, os produtos são promovidos mostrando que eles podem acabar a qualquer momento e que é melhor o cliente correr para garantir o dele! Na venda de imóveis, por exemplo, pode-se usar essa tática oferecendo um desconto que tem prazo para terminar.

4. Faça um atendimento ágil

Indo para um âmbito mais prático, quem não gosta de um atendimento rápido? Depois que a tensão dos primeiros dias passar, tente observar como você usa o seu poder de convencimento. Então, pense no que pode sair de cena sem atrapalhar o seu trabalho para que o resultado final seja mais ágil.

Mas claro, nunca dê mais importância à rapidez do que à qualidade, pois ambas devem caminhar juntas! Além disso, procure sempre perceber o seu cliente, afinal existem alguns que querem se aprofundar e fazer várias perguntas sobre o imóvel antes de comprá-lo, enquanto outros já sabem todas as respostas e querem apenas efetuar o negócio.

Use técnicas de persuasão e vendas

5. Use técnicas de persuasão e vendas

O poder de persuasão é uma parte importante das técnicas adequadas de vendas. Por isso, é importante trabalhar bem nessa habilidade e saber usá-la de acordo com o perfil do seu cliente. É preciso, primeiramente, criar um relacionamento prévio com o cliente, conhecê-lo bem e entender quais são suas necessidades e dificuldades.

Após essa compreensão, você pode começar a trabalhar com técnicas específicas, por exemplo, oferecendo um serviço que ele sabe que precisa e que faria a diferença em sua vida, como apartamentos com condomínio clube que ofereçam segurança para um pai de família, entre outros pontos importantes, de acordo com o perfil que você desenhou previamente.

É importante, além de oferecer opções que o cliente precisa, saber reforçar, com naturalidade, a exclusividade do produto. Comente como um empreendimento fará a diferença no dia a dia da família, usando os pontos a favor do que ele precisa, ajude-o a visualizar sua vida morando naquele local, entre outros pontos que fazem parte de uma boa técnica de vendas, que é trabalhar a favor dos sonhos do cliente.

6. Saiba contornar objeções de compras

É claro que, durante o processo até a decisão da compra de um imóvel, pode surgir uma série de objeções que dificultam a finalização do negócio. E um bom vendedor sabe como driblar esses percalços e ter sucesso na finalização da venda.

Para isso, entretanto, é preciso saber andar na linha tênue entre resolver um problema que o cliente tem e parecer invasivo. Quando você sentir que tem abertura para dar uma opinião, por exemplo, peça licença e fale sobre como seria possível resolver a situação em questão.

Tudo o que for burocrático, por exemplo, você como corretor pode resolver. Evite relatar os problemas logo que eles aparecerem. Tente solucionar o máximo que conseguir e só contate os clientes caso não seja possível finalizar o processo sem eles.

7. Trabalhe para vender mais imóveis

Um bom vendedor é aquele que tem um bom histórico de vendas, certo? Seu poder de convencimento aumenta automaticamente ao passo que você tem uma fama de vender muitos imóveis. Isso se torna um diferencial do seu trabalho e você tem uma boa parte do caminho andado se for reconhecido por fazer muitas vendas.

Lembre-se sempre de que a experiência de comprar um imóvel é um marco na vida de qualquer pessoa. Para isso, elas buscam sempre profissionais que passam segurança e tranquilidade no processo, além, claro, de experiência. Por consequência, quanto mais imóveis você vender, mais habilidade e experiência com o processo e a burocracia vai ter, tornando-se uma referência nas vendas.

Vender mais imóveis requer muito mais que um conhecimento teórico. A arte de fechar negócios também precisa de empatia, uma boa conversa, ser uma pessoa agradável e não apenas focar no processo de venda em si. Se concentre no cliente e em proporcionar a ele a melhor experiência possível e você terá ótimos frutos em sua profissão!

Você já sabe que o marketing pessoal é uma das dicas importantes para vender mais, não é? Então venha conferir 10 dicas para ter sucesso na sua carreira priorizando sua imagem como corretor!

Banner rodapé
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Um comentário para “7 dicas para melhorar seu poder de convencimento e vender mais”

  1. Rosana disse:

    Obrigado pelas dicas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *