Qual o salário de um corretor de imóveis?

Qual o salário de um corretor de imóveis?

A profissão de corretor imobiliário cresce a cada dia, afinal não faltam pessoas interessadas em um lugar para morar ou um ponto comercial. Também há os que procuram terrenos para construir e os que vendem ou alugam esses lugares tão procurados.

Entretanto, a busca por compradores ou vendedores, por locatários ou locadores pode não ser tão fácil. Aí entra em cena o corretor imobiliário — o profissional responsável por intermediar negociações no ramo imobiliário, facilitando a vida de muitas pessoas.

Ele encontra o comprador para aquele apartamento que você deseja vender, a casa com as características que você quer ou precisa, o ponto comercial para alugar, aquele terreno bem localizado para construir, e assim por diante.

Mas qual o salário de um corretor de imóveis? Será que vale a pena atuar nessa profissão? Para te ajudar, fizemos este post, mostrando qual é, em média, o salário de um corretor de imóvel. Continue a leitura para tirar suas dúvidas!

Saiba como funciona o salário de um corretor de imóveis

Saiba como funciona o salário de um corretor de imóveis

Quando falamos em salário, geralmente nos referimos aos profissionais com carteira assinada. O corretor imobiliário pode trabalhar com carteira assinada — como empregado de alguma imobiliária, ou como autônomo — por conta própria, sem vínculo empregatício com nenhuma empresa.

Seja como for, o que determina a renda mensal de um corretor são as comissões relacionadas aos negócios fechados. Desse modo, não se pode definir um valor fixo para o salário de um corretor de imóvel. Podemos dizer que ele ganha pela produção, ou seja, sua remuneração depende do quanto ele conseguiu vender ou alugar.

Como acontece em toda profissão, os corretores em início de carreira tendem a ganhar menos. O iniciante vai levar algum tempo para ter uma base de clientes e conseguir ser reconhecido no mercado. Enfim, ele precisa ser paciente e perseverante.

Observe o que determina o CRECI

Observe o que determina o CRECI

O valor da comissão de um corretor depende do valor do imóvel que ele conseguir vender. O CRECI (Conselho Regional dos Corretores Imobiliários) define que a comissão deve ser de 6% sobre o valor do negócio mas, dependendo do contexto e do momento, este percentual pode ser negociado.

Descubra mais sobre a comissão de venda

Descubra mais sobre a comissão de venda

Em vendas, a comissão pode variar entre 6% e 8% caso os imóveis estejam situados em áreas urbanas ou industriais. Caso os imóveis estejam na zona rural, o percentual aumenta para valores entre 6% e 10%. Em relação à venda de imóveis originados de ações judiciais, a comissão é menor, de 5%.

Veja como é a comissão sobre a locação

Veja como é a comissão sobre a locação

Quando se trata de locação, a comissão geralmente equivale ao valor do aluguel. O profissional costuma receber o primeiro mês do aluguel.

Se a locação for de natureza temporária, o percentual da comissão pode ser de 30% sobre o montante pago ao locador.

Entenda a comissão sobre a administração

Entenda a comissão sobre a administração

Em relação à administração de imóveis, o salário de um corretor de imóveis corresponde a um valor entre 8% a 10% em cima do aluguel e das taxas que o locador recebe — essa quantia não pode ser inferior a R$ 50,00.

Se os clientes apresentarem uma carteira imobiliária comprovadamente superior a R$ 100 mil mensais, a comissão fica entre 5% a 10%.

Os corretores que gerenciam condomínios devem receber entre 5% a 10% sobre o que é arrecadado por mês. Nesse caso, o piso salarial é de R$ 850,00.

Fique por dentro da comissão sobre os imóveis usados

Fique por dentro da comissão sobre os imóveis usados

Também há uma diferença no percentual das comissões em relação ao estado físico do imóvel. Para empreendimentos novos, a comissão pode variar entre 4% a 6%. Se o imóvel for usado, antigo, a comissão é fixa, correspondendo a 6% sobre o preço da venda.

Enfim, o corretor pode ser contratado por uma imobiliária e receber algum salário fixo mais as comissões. Em regra, porém, o salário de um corretor de imóveis está condicionado à quantidade de negócios efetivos que ele concluir.

O que achou do post? Ainda tem dúvidas sobre se deve ou não atuar nessa área? Então, confira pelo menos 3 motivos para ser corretor de imóveis!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *