Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Quais são as vantagens e desvantagens de ser corretor de imóveis?

Quais são as vantagens e desvantagens de ser corretor de imóveis?

O mercado imobiliário no Brasil apresenta boas perspectivas de crescimento para os próximos anos. Mesmo no cenário da pandemia, a compra e o investimento em propriedades apresentou um bom índice. Esse cenário promissor é uma ótima oportunidade para quem deseja seguir a carreira de corretor de imóveis.

Desde já, é importante saber que existem vantagens e desvantagens de ser corretor de imóveis. Esse profissional pode trabalhar de modo autônomo ou estar vinculado a uma imobiliária. De qualquer forma, é necessário ter dedicação e não se acomodar.

Quer investir nessa profissão? Neste post, reunimos as principais vantagens e desvantagens de ser corretor de imóveis. Acompanhe a leitura!

Vantagens de ser corretor de imóveis

Vantagens de ser corretor de imóveis

Já que o mercado demonstra sinais positivos de recuperação, mesmo diante da pandemia, é importante ficar de olho nas vantagens de ser um bom profissional do ramo imobiliário. Conheça, a seguir, os motivos que demonstram que você deve focar os seus esforços para se tornar um corretor de imóveis e obter sucesso nessa profissão.

Mercado está em pleno crescimento

As expectativas para o futuro são bastante positivas. A tendência é de crescimento do mercado imobiliário para os próximos anos, em virtude da: recuperação da economia nacional, novas ofertas de construções, lançamentos de novos empreendimentos, imóveis com várias opções de financiamento e juros mais baixos, grande oferta de crédito bancário etc.

Bom retorno financeiro

A carreira de corretor de imóveis apresenta altas chances de retorno financeiro. Isso porque a venda de um imóvel pressupõe o recebimento de cerca de 5% a 10% do valor total do imóvel a título de comissão para os corretores.

Assim se, por exemplo, você conseguir vender um imóvel pelo valor de R$ 100 mil reais, terá direito a uma comissão de, aproximadamente, R$ 5 mil. O valor da porcentagem da comissão pode estar relacionado com a experiência e a expertise do corretor. Assim, quanto mais capacitado e experiente você for, maiores serão de chances de ganhar valores mais altos.

Chances de obter ganhos ilimitados

A carreira de corretor imobiliário não apresenta um teto fixo de ganhos. Isso significa que a sua remuneração é variável e depende da habilidade com as vendas, o conhecimento de gatilhos mentais e técnicas de vendas, a capacidade de convencer o comprador e também da sua sorte de captar uma maior quantidade de clientes e que tenham um alto poder aquisitivo. Sendo assim, ele pode ganhar valores ilimitados.

Flexibilidade da jornada de trabalho

O corretor autônomo que não trabalha para nenhuma imobiliária tem mais liberdade para estipular a sua própria rotina. Desse modo, o profissional independente tem a liberdade de fazer o gerenciamento de seus próprios horários.

É ele quem determina o horário de trabalho e a quantidade de horas trabalhadas, sem ficar vinculado a uma empresa e nem ser obrigado para cumprir a jornada de trabalho convencional. Essa flexibilidade não significa que ele trabalha pouco nem que é acomodado, apenas não tem a obrigatoriedade de cumprir o horário comercial nas empresas.

Maior autonomia profissional

O corretor autônomo não tem chefe e goza de maior autonomia para decidir a sua rotina profissional e decidir as suas prioridades. Assim, ele não precisa receber ordens, tampouco executá-las.

Além disso, a autonomia profissional evita que o corretor fique trabalhando dentro do escritório imobiliário todos os dias. É ele quem determina os seus horários. Sendo assim, ele pode trabalhar de casa e sair apenas para acompanhar o cliente nas visitas aos imóveis, comparecer ao cartório para dar prosseguimento aos procedimentos formais, participar de eventos etc.

Essa autonomia pode proporcionar um maior crescimento na carreira. No entanto, é importante ter disciplina e dedicação para ampliar a cartela de clientes e não ficar acomodado na profissão.

Não há limites de idade

Em muitas áreas, o mercado de trabalho no Brasil ainda é exigente com relação à idade. Essa seletividade acentuada pode prejudicar a contratação de profissionais muito novos ou os que já apresentam uma idade avançada.

A boa notícia é que esse fato não costuma acontecer com os profissionais que atuam no mercado imobiliário. Inclusive, é comum encontrarmos profissionais que mudaram de área e começam a fazer carreira de corretor de imóveis.

Caso você seja muito novo, aproveite a oportunidade para concluir cursos de capacitação e se especializar ainda mais na área. Por sua vez, se estiver em uma faixa etária mais avançada, aproveite a sua experiência para passar uma imagem de mais confiança e credibilidade para o cliente.

Possibilidade de empreender

O corretor pode apostar em estratégias de empreendimento para crescer na área imobiliária, coordenando equipes, tornando-se um diretor comercial ou então, injetando capital e investindo na sua própria empresa imobiliária, por exemplo. A vantagem está justamente na liberdade do corretor em escolher os próximos caminhos que deseja seguir.

Desvantagens de ser corretor de imóveis

Vantagens de ser corretor de imóveis

Apesar de ser uma profissão com muitos pontos positivos, o corretor de imóveis também enfrenta alguns desafios ao longo da sua carreira. Conheça, a seguir, as desvantagens de ser um corretor.

Remuneração variável

Os ganhos do corretor autônomo dependem, exclusivamente, dele mesmo. Assim, ele é responsável por receber a sua própria comissão referente à negociação de compra e venda em que atuar. Por sua vez, caso ele trabalhe vinculado a uma imobiliária, os ganhos são definidos e combinados com antecedência e ele ainda costuma receber uma remuneração fixa mensal.

Disciplina para criar a própria rotina

O corretor autônomo deve ter disposição para montar e cumprir as tarefas que foram previamente determinadas. Caso contrário, ele corre o risco de faltar a reuniões com clientes e perder negociações de altos valores, por exemplo. Como consequência da sua falta de disciplina, ele pode colocar a sua reputação e imagem em risco.

Planejamento financeiro

Como os ganhos do corretor podem não ser fixos e ele não tem uma garantia de salário, é necessário criar um planejamento financeiro para estar preparado, caso o movimento de clientes diminua ou ele fique doente e não puder trabalhar no mesmo ritmo que antes. Esse cuidado evita passar aperto e necessidades.

Antes de começar a se aventurar nessa nova carreira, é importante pensar nas vantagens e desvantagens de ser corretor de imóveis. Apesar de o mercado imobiliário apresentar muitas oportunidades de atuação, você precisa conhecer o seu perfil, fazer cursos específicos e obter o registro para conseguir atuar na área.

Ficou interessado em seguir carreira nessa área? Então, clique no link e conheça algumas dicas de como se tornar um corretor de imóveis de sucesso!

Banner rodapé
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *